Jornalistas Que Admiro Muito..

Adriana Reid

Nascida em São Paulo, capital, no dia 06/09/1978, Adriana Helena Reid Barbosa, mais conhecida como Adriana Reid, concluiu a faculdade de Jornalismo pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado) em 2003. Sua primeira experiência profissional foi como estagiária da Rádio Transamérica, onde fazia reportagens para o jornal Transnotícias.

Em 2004 foi para a AllTV, onde atuou como web-repórter. Na seqüência foi para a Band News, onde apresentou o telejornal da emissora. Em 2005 foi contratada pela Record para apresentar o Record News, noticiário da Record Internacional exibido em mais de 130 países em duas edições diárias, além de apresentar o bloco de notícias do Hoje em Dia.Em novembro de 2005 passou a apresentar o SP Record, telejornal paulista da Record, dividindo a apresentação do noticiário com o jornalista Rodolpho Gamberini.

Em 2010, apresentou o Direto da Redação e atualmente está no Record Notícias.


Ana Paula Padrão 



Ana Paula Padrão, escolheu jornalismo porque queria testemunhar a história. Formou-se em Comunicação pela Universidade de Brasília e fez carreira na TV a partir de 1987.
Registrou todos os planos econômicos e tentativas de estabilização da moeda brasileira e acompanhou as CPIs que mudariam o destino do Brasil.

Correspondente internacional de 1997 a 2000, esteve nas guerras de Kosovo e do Afeganistão, presenciou a prisão do ex-ditador Augusto Pinochet e o acidente nuclear de Tokaimura, no Japão.

Visitou diversas regiões do mundo para gravar matérias especiais, como África do Sul, Alasca, China, Coreia do Norte, Emirados Árabes Unidos, Etiópia, Quênia e Rússia, entre outras.

Em maio de 2009, assinou contrato com a Rede Record para apresentar o Jornal da Record, ao lado do jornalista Celso Freitas.


Britto Jr.

Hilton Antônio Mendonça de Britto Júnior, o Britto Jr. é um apresentador na área do entretenimento, com a credibilidade conquistada na carreira jornalística. Acredita que a versatilidade faz diferença no mercado atual de TV.


Nasceu em Caxias do Sul, mas adotou São Paulo para morar, trabalhar e constituir família. Começou na carreira de comunicador muito cedo, em 1979, aos 16 anos, já como repórter esportivo da Rádio Independência.

Em 1981, entrou na RBS TV Caxias, era repórter esportivo de manhã e repórter de geral a tarde. Além de fazer reportagens, também editava textos e imagens e ainda atuava como apresentador de vários telejornais.

Como recompensa a esta versatilidade, em 1984, foi transferido para a Rede Globo Oeste Paulista, em Bauru. Não demorou e foi convidado para trabalhar na Globo São Paulo.

Em 1997, teve uma breve passagem pelo SBT, e no ano seguinte estava de volta a Globo.

Em 2005, a grande virada em sua carreia. A convite da Rede Record, foi apresentar o Hoje em Dia, uma revista eletrônica, junto com Ana Hickmann e Edu Guedes.

Em 2009, abraçou mais um desafio, comandar A Fazenda, um reality show que conquistou o sucesso e o reconhecimento do público.


Carla Cecato 

Carla Cecato começou a carreira de jornalista estagiando como redatora no programa “Muvuca”, em 1998. Depois foi para o SporTv, onde trabalhou como produtora e redatora do programa “Feel Good”. 


Em 2001 começou a apresentar o programa “Passo a Passo” da Sky onde ficou por cinco anos. Trabalhou como editora-executiva e apresentadora da BandNews RJ. Na Band foi repórter do “Jornal do Rio” e “Jornal da Band”. 

Em 2005 foi para a Record Rio como repórter de rede do “Jornal 24 Horas”. Pouco depois assumiu a bancada dos jornais “RJ Record” e “Informe Rio”. 

Em 2006 foi transferida para São Paulo como apresentadora do “Tudo a Ver” e “Jornal 24 Horas”. Como repórter, produziu matérias especiais para os programas “Câmera Record”, “Repórter Record” e “Domingo Espetacular”. 

Em 2008 cobriu as Olimpíadas de Pequim e assumiu o posto de correspondente internacional em Londres.



Celso Freitas

Jornalista formado pela Cásper Líbero, de São Paulo. Com mais de 35 anos de experiência, iniciou a carreira no rádio, em Santa Catarina.

Celso Freitas esteve a frente de grandes programas jornalísticos da TV líderes de audiência. Produziu e dirigiu o primeiro programa de informática da TV brasileira, o Hipermídia, e também Tribos e Trilhas, voltado para o turismo.

Profissional multimídia antenado com os avanços da tecnologia, vem desenvolvendo soluções
de comunicação empresarial seja na criação, apresentação e produção.

Na Record desde 2004, além do Jornal da Record também ancorou o Repórter Record, mediou os principais debates eleitorais e apresentou os especiais de fim de ano.


Celso Zucatelli

Celso Zucatelli nasceu em São Paulo, formou-se em jornalismo pela Universidade Metodista de São Bernardo do Campo e concluiu MBA em economia pela Fundação Instituto de Administração. Começou a carreira no Grupo Estado em 1990. Durante nove anos na empresa, foi repórter e editor.

Em 1993, passou a dividir o tempo no Estadão com a mídia eletrônica, primeiro na Rádio Eldorado, do mesmo grupo. Em 1996, atuou em Rádio e TV como repórter, apresentador e editor chefe. Se especializou em grandes transmissões ao vivo de fatos inesperados, como os atentados de 11 de setembro de 2001, ou de eventos programados, como CPIs.

Em 2002, foi para a TV Cultura como editor de política, para coordenar e apresentar a transmissão das eleições e criar o jornal do fim de semana da emissora. Lá, foi editor chefe e âncora de alguns jornais, além de apresentador dos especiais da casa.

Contratado pela Record, Zucatelli já esteve na bancada de diversos telejornais, como o SP Record, o Fala Brasil e o Jornal da Record, e ancorou grandes coberturas ao vivo, como a abertura da cratera do metrô de são Paulo. Em 2008, foi o correspondente da emissora em Nova York, onde cobriu a histórica eleição de Barack Obama, a explosão da crise financeira mundial, o furacão Gustav, o pouso de um avião cheio de passageiros no rio Hudson e muitos outros fatos da vida americana.

De volta ao Brasil, apresenta o Hoje em Dia ao lado de Eduardo Guedes e Chris Flores.


Chris Flores 

Paulistana, Christiane Flores nasceu em 24 de outubro de 1977 e se formou em Jornalismo pela PUC de São Paulo em 1998. Começou a carreira como assistente de redação em agências de comunicação e atendeu clientes de diversos segmentos.

Na área empresarial, foi repórter de publicações de importantes corporações e instituições.

Participou da comunicação e marketing de governos, prefeituras e campanhas políticas. Editou especiais e fez reportagens para revistas como Aventuras na História, Manequim e Criativa.

Na área de celebridades, foi repórter e editora . Já na TV, atuou como coordenadora de comunicação. Na Record, foi colunista de celebridades do jornalístico Tudo a Ver - apresentado por Paulo Henrique Amorim - do Programa da Tarde e do Hoje em Dia.

Hoje, é apresentadora ao lado de  Celso Zucatelli e Eduardo Guedes.


Eduardo Ribeiro

Eduardo Ribeiro Vicente (Curitiba, 18 de junho de 1980) é um jornalista brasileiro, âncora do telejornal Record News Brasil, da Record News, primeiro canal só de jornalismo em TV aberta no Brasil.

Com passagens pelo rádio, internet e televisão, Eduardo Ribeiro pertence a uma nova geração de “jornalistas multimídia” que se dedicam a diferentes meios eletrônicos.

Eduardo cursou jornalismo na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Aos 17 anos começou no rádio como repórter e logo criou um programa sobre política e cidadania, pautado unicamente pelos ouvintes.

Foi âncora da rádio CBN em Curitiba até fevereiro de 2006 e repórter do Jornal da Band, pela TV Bandeirantes em São Paulo, até agosto de 2007.

Na Band, além de substituir com freqüência os principais âncoras da emissora nos telejornais, destacou-se realizando reportagens dentro e fora do Brasil. Na Colômbia, mostrou as conseqüências sociais e econômicas do paramilitarismo no país. No Haiti, acompanhou o dia-a-dia das tropas de paz brasileiras e a reconstrução da política de segurança no coração do Caribe.


Em agosto de 2007 foi convidado pela TV Record para âncorar o principal telejornal do novo canal do grupo, a Record News.

Também na Record News, Eduardo comanda o programa Link Brasil, um semanal sobre tecnologia e internet em que os internautas ajudam a escolher os temas em debate por meio do blog www.recordnewstv.com.br/linkbrasil

Na TV Record apresenta, o Jornal da Record - Especial .


Fabiana Scaranzi

A primeira faculdade de Fabiana Scaranzi foi Publicidade e Propaganda, na FAAP. Formou-se e foi trabalhar na agência W/Brasil. Em 1997, foi convidada pelo diretor Roberto Talma para apresentar o programa Memória Band, na TV Bandeirantes. Sete meses, depois estava apresentando os telejornais da casa nos finais de semana. Foi quando se apaixonou pelo jornalismo e resolveu cursar a segunda faculdade, a de jornalismo, na FIAM. 

Em fevereiro de 1998, foi contratada pela Globo, onde trabalhou por 10 anos. Lá apresentou os telejornais Globo Rural, Bom dia São Paulo, SPTV e Jornal Hoje. Fez reportagens para o Bom dia Brasil, Jornal Hoje, Fantástico, Jornal da Globo e Jornal Nacional.

Foi contratada pela Record em junho de 2008 para apresentar o Domingo Espetacular e também fazer reportagens para o programa.


Fábio Ramalho

Fábio Ramalho é jornalista, âncora do “Hoje em Dia RJ” e apresentador do bloco carioca que faz parte do programa “Record Notícias”. Ao lado de Adriana Reid e Percival de Souza, comenta os assuntos polêmicos da Cidade Maravilhosa. Fábio Ramalho nasceu em Brasília. Sua formação foi em coberturas políticas, circulando pelos corredores do Congresso Nacional, Palácio do Planalto e ministérios. Já foi repórter do “Fala Brasil”. Também apresentou o programa “Fala Brasília” para a Record Internacional.

Fátima Bernardes



Fátima Bernardes ou Fátima Gomes Bernardes Bonemer (Rio de Janeiro, 17 de setembro de 1962) é uma jornalista e apresentadora de televisão brasileira. Entrou na Rede Globo em 1987 como apresentadora do RJTV e ficou nacionalmente conhecida em 1989 apresentando o Jornal da Globo, passou também pelo Fantástico, Jornal Hoje e Jornal Nacional, onde ficou de 1998 a 2011. Passou a ter um programa próprio durante as manhãs da emissora, Encontro com Fátima Bernardes.

Nascida no Rio de Janeiro. Com sete anos começou a cursar balé mas depois optou por cursar jornalismo na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a fim de ser crítica de dança. Em 1983, começou a trabalhar no jornal O Globo como repórter de um caderno regional. Em fevereiro de 1987 entrou para a Rede Globo de televisão após ser aprovada em um curso de telejornalismo da emissora. Meses depois passou também a apresentar o RJTV. Em maio de 1989 assumiu a apresentação do Jornal da Globo ao lado de Eliakim Araújo e em julho de 1989, passou a dividir a bancada com William Bonner, que viria a se tornar seu marido a partir de 1990. Em 1993, começou a apresentar a revista eletrônica Fantástico ao lado de Celso Freitas e Sandra Annenberg. Em 1 de abril de 1996 assumiu a apresentação e edição do Jornal Hoje, voltando ao Fantástico em 1997, formando dupla com Pedro Bial.

Em 21 de outubro de 1997, deu à luz os trigêmeos Vinícius, Laura e Beatriz, e pouco tempo depois em março de 1998 se tornou âncora do Jornal Nacional, o principal telejornal da emissora ao lado do marido William Bonner, cargo que ocupou até 5 de dezembro de 2011. Neste cargo, destacou-se entre outras coisas por ser a enviada especial da Rede Globo para a Copa do Mundo de Futebol (quatro no total). Fátima Bernardes também é recordista do prêmio cedido pelo programa Domingão do Faustão "Os melhores do ano" garantindo cinco estatuetas no decorrer dos anos de 2004, 2005, 2006, 2007 e 2012.

Em 1 de dezembro de 2011, a Rede Globo anunciou em uma coletiva de imprensa mudanças na apresentação do Jornal Nacional. Após quase 14 anos, Fátima Bernardes deixou a bancada do telejornal em 5 de dezembro de 2011 para, segundo palavras dela, realizar um novo sonho: fazer um programa que já tem seu formato definido e que entrará na grade da Rede Globo em 2012. Quem entrou no Jornal Nacional para dividir a apresentação com William Bonner foi Patrícia Poeta que estava há cinco anos no Fantástico.

Geraldo Luis

Geraldo Luís do Sacramento conhecido como Geraldo Luís (Limeira, 13 de Maio de 1971) é um apresentador e jornalista. Geraldo tornou-se conhecido por apresentar o telejornal Balanço Geral SP, com o bordão "Balança". Geraldo retirou-se do comando do Balanço Geral e, após dois meses de férias, estreiou um programa diário chamado Geraldo Brasil. Após um determinado período, o programa foi retirado da grade. Desde então, especula-se o destino do jornalista. No dia 26 de março de 2010 começa a correr na internet o boato de que Geraldo Luis voltaria ao comando do Balanço Geral SP, boato que depois foi confirmado pelo jornalista em seu blog. 

Geraldo Luís começou apresentando o programa regional A Hora Da Verdade, da TV Jornal de Limeira.Sua primeira aparição em rede nacional foi na RedeTV!, onde era repórter do jornalístico Repórter Cidadão. Ele estreou na Rede Record em 1 de dezembro de 2007, como apresentador desconhecido pelo público. Porém, Geraldo conquistou o público pelo seu jeito popular. Realizou matérias juntamente com moradores de rua, ambulantes, garis, entre outros. No seu comando, o Balanço Geral se diferenciava das edições de outras cidades, pois esse não noticiava nenhum tipo de notícia. O único caso que insistentemente foi recorrido foi o Caso Isabella Nardoni. Após um ano e quatro meses de exibição, Geraldo deixou de apresentar o Balanço Geral para apresentar um novo projeto da Rede Record, referente a um programa popular que em 6 de julho de 2009 estreou como Geraldo Brasil, mas o programa veio ao fim em 27 de novembro de 2009. 

Geraldo Luís criou uma instituição de caridade chamada "Casa da Sopa" que fica em Limeira e visa ajudar pessoas carentes. Esta, além de refeições diárias, também capacita os excluídos e presta serviços de cunho pessoal, como cortes de cabelo e etc.


Heródoto Barbeiro

Heródoto Barbeiro, formado em História pela Universidade de São Paulo, onde também cursou além da licenciatura, pós-graduação e mestrado. Antes de ser jornalista, foi professor durante vinte e cinco anos de história contemporânea, lecionando na própria USP e no Colégio Objetivo. Eterno estudioso cursou também direito e por fim jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. 

Sua carreira na televisão começou em meados da década de 1970 na TV Gazeta, na atração Show de Ensino, que unia jornalismo e professores explicando os fatos. Heródoto só foi cursar jornalismo após um convite para trabalhar na Rádio Jovem Pan, onde foi exigido que tivesse o diploma. Em 1991 participou da criação da rádio CBN, onde foi âncora e gerente de jornalismo do Sistema Globo de Rádio. Na TV Cultura, onde esteve por 17 anos, foi apresentador de vários programas, dentre eles o Roda Viva em duas ocasiões: entre 1994 e 1995, e entre 2009 e 2010. Em janeiro de 2011, Heródoto deixa a rádio CBN e a TV Cultura para atuar como âncora na Record News, apresentando o Jornal da Record News.


Recebeu da comunidade budista Soto Zen Shu o título de monge budista leigo, que lhe confiou o nome de um de seus patriarcas, Gento Ryotetsu.


Isabela Veiga

Isabela Veiga é formada pela Escola de Comunicação da UFRJ. Há seis anos é repórter da Rede Record. Atualmente, integra o Núcleo de Reportagens Especiais, responsável pelos programas Domingo Espetacular e Câmera Record. Também integra o time de apresentadores da Record. Tem curso de especialização em Jornalismo Ecônomico pela Fundação Getúlio Vargas e é uma apaixonada pela profissão.


Janine Borba

Janine Borba nasceu na cidade de Florianópolis. Em 1989 mudou-se para São Paulo para cursar a faculdade de jornalismo da Fiam. Foi repórter das rádios Bandeirantes, CBN e Globo. Em 1995, passou para a reportagem da TV Bandeirantes onde, algum tempo depois, apresentou o Jornal da Band ao lado de Marcos Hummel. Em 2003 foi contratada pela Rede Globo e integrou a equipe de repórteres dos jornais paulistas.
A partir de agosto de 2004 apresentou ao lado de Paulo Henrique Amorim o jornal Tudo a Ver, depois comandou o Fala Brasil juntamente com Marcos Hummel, e agora comanda o Domingo Espetacular ao lado de Fabiana Scaranzi e Paulo Henrique Amorim.


Luciana Livieiro
Luciana Livieiro, em 1990 cursou Jornalismo na PUC de São Paulo, onde se formou em 1993. Ainda na faculdade, ingressou na profissão em 1991, começando na rádio Jovem Pan AM. Sua estréia na televisão foi em 1993, na TV Tribuna, afiliada da Rede Globo em Santos, onde permaneceu por um ano e meio.

Em 1995 foi contratada pela Rede Bandeirantes como repórter. No ano seguinte, passou a apresentar telejornais no recém-criado Canal 21. A experiência bem-sucedida fez com que ela comandasse os jornais de rede nacional da emissora: Dia Dia (como apresentadora e mediadora de debates), Jornal Bandeirantes e Jornal da Noite. Em 2002, no Melhor da Tarde, apresentado por Astrid Fontenelle, Leão Lobo e Aparecida Liberato, passou a cuidar de toda a parte de jornalismo, desde a apuração até a apresentação. Ainda no setor de entretenimento, substituiu Olga Bongiovanni no Dia Dia, quando esta teve de se afastar devido a problemas de saúde.

Em julho de 2003 trocou a Band pela Rede Record em busca de novas oportunidades e desafios. Foi repórter do Tudo a Ver em Brasília. Após um ano e meio em sua cidade natal, voltou a São Paulo para apresentar o Fala Brasil, ao lado de Marcos Hummel, onde permaneceu ate junho de 2009 e também no quadro “Últimas Notícias” no Hoje em Dia e no Balanço Geral SP, além disso Luciana apresenta, quando necessário o Alerta News na Record News.

A partir do dia 22 de junho de 2009, Luciana passou a apresentar o telejornal policial SP Record 1ª edição, ocupando o lugar deixado por Reinaldo Gottino

Em 4 de outubro de 2010, após rumores de sua ida para o SBT,a jornalista deixa os programas que apresenta em São Paulo para ser correspondente da Rede Record em Nova York, sendo substituída por Adriana Reid.


Luiz Bacci


Luiz Bacci começou como apresentador de rádio aos onze anos de idade. Nessa época foi entrevistado por Jô Soares, ainda no SBT, que destacou sua habilidade como comunicador. O programa trazia músicas, entrevistas e a participação dos ouvintes. Em pouco tempo tornou-se líder de audiência na região e chegou a ficar seis horas no ar.

Trabalhou na Rádio Metropolitana 1.070 AM como apresentador e diretor artístico, já aos 17 anos. Em 1998 apresentou o “Domingo no Palco”, dentro do programa Domingo Milionário, na extinta Rede Manchete, com o nome de Luiz Fernando.

Durante seis anos, ainda adolescente, comandava um programa de auditório, ao vivo, na TV Diário, afiliada da Rede Globo, entrevistando personalidades e mostrando reportagens especiais. O programa, chamado Estação Mix, atingia 20 pontos no Ibope.

Logo depois, em 2005, Bacci era repórter do jornalismo da TV Diário. “Eu sempre gostei de jornalismo e de entretenimento, mas cada um na sua hora e lugar certo. Um profissional precisa aproveitar ao máximo suas habilidades” disse o apresentador em entrevista ao site do SBT. Em 2006, foi contratado pelo SBT como repórter. No SBT Brasil fez grandes reportagens, entre elas a cobertura do desastre com o avião da TAM em Congonhas, o desabamento da estação do metrô em São Paulo, a visita do Papa Bento XVI ao Brasil, a morte de Michael Jackson, entre outras. Fez séries especiais em Portugal, Espanha, Estados Unidos, Haiti, Jamaica, Ilhas Cayman e México.

Apresentou o programa Fantasia, em sua primeira exibição, e depois voltou para o jornalismo da emissora, quando apresentou o Aqui Agora. Nos dois trabalhos, teve críticas positivas dos especialistas em televisão. Atuava como apresentador substituto de Carlos Nascimento e Hermano Henning e em reportagens especiais no SBT Brasil e SBT Repórter.

Desde março de 2009, Luiz Bacci apresentava o SBT Rio, programa jornalístico produzido pela emissora própria do SBT no Rio de Janeiro. O SBT Rio é um dos programas da rede mais assistidos do país, disputa a vice-liderança com a Rede Record e chega a atingir a liderança. Bacci também apresentaria o noticiário carioca no Boletim de Ocorrências em rede nacional pelo SBT.

Em outubro de 2009, Luiz Bacci recebeu um convite para trocar de emissora. A Rede Record queria ter Bacci na apresentação de seus programas. O dono do SBT, Silvio Santos não só cobriu a proposta, como renovou o contrato por mais três anos com o jovem apresentador.

Em 24 de Novembro de 2010, assina na noite deste dia contrato com a Rede Record horas após a sua antiga casa, o SBT ter anunciado o mesmo como novo apresentador da edição nacional do novo Boletim de Ocorrências.



Marcelo Rezende

O jornalista Marcelo Rezende tem mais de 30 anos de experiência e é conhecido como um dos maiores jornalistas investigativos do país.

No currículo, uma história guiada pela coragem em tocar em feridas sociais. Do flagrante de abuso policial na Favela Naval, em Diadema (SP), à corrupção no futebol. Da revelação de rotas de tráfico internacional de armas ao inesquecível depoimento de Francisco Assis Pereira, o Maníaco do Parque.

- Esse jornalismo que eu e alguns companheiros fazemos é o jornalismo que revela as mazelas do país.

Rezende já esteve à frente de diversos programas, entre eles, Linha Direta, da Globo, e Repórter Cidadão, da Rede TV!, além de criar e apresentar o Tribunal na TV, na Band.

Desde o ano passado, o jornalismo investigativo com a assinatura de Marcelo Rezende voltou a ganhar o horário mais nobre da televisão brasileira: o domingo à noite. Primeiro, no quadro A Grande Reportagem, do Domingo Espetacular. Em seguida, no comando do novo Repórter Record.

Atualmente apresenta o telejornal Cidade Alerta. 


Marcos Hummel

Marcos Hummel começou sua carreira na TV em 1975, quando estava para completar 28 anos. Trabalhou na Rede Globo por 21 anos apresentando os telejornais Hoje, Jornal Nacional, Jornal da Globo, Fantástico, Globo Esporte, Bom Dia Rio e Bom Dia São Paulo, tendo atuado, também, como editor e redator. Na Globo apresentou ainda, durante três anos, os festivais de música de 1980 a 1983.

Depois desse período, foi para a Rede Manchete onde ficou dois anos apresentando telejornais e programas jornalísticos. A partir de 1998 foi para a Bandeirantes onde apresentou o Jornal da Band até março de 2004, depois passou a apresentar o Jornal 10 da Rede 21.

No final de 2004 foi contratado pela Record para apresentar o Fala Brasil ao lado de Janine Borba. Depois dividiu a banca do mesmo telejornal com Luciana Liviero e atualmente comanda o Câmera Record.


Mariana Leão 

Mariana Leão é uma jornalista brasileira e apresentadora de televisão. Começou como assistente de palco do programa Domingão do Faustão. Foi repórter da RedeTV! Rio de Janeiro, e atualmente está apresentando o programa Hoje em Dia, da Rede Record, através dos estúdios do programa no Rio de Janeiro. Também apresenta os programas Record Esporte Motor e Esporte Record.


Mylena Ciribelli

A jornalista Mylena Ciribelli iniciou a carreira em 1983, na Rádio Fluminense, em Niterói. Em 1985 foi contratada pela extinta TV Manchete para comandar o programa Som Maior. Após três anos, Mylena começou a apresentar os boletins olímpicos de Seul, da Fórmula 1 e também do programa Manchete Esportiva.

A jornalista trabalhou durante 18 anos na Rede Globo e, em maio de 2009, foi contratada pela Rede Record para apresentar o programa Esporte Fantástico. Antes mesmo de estrear, a apresentadora já viajou para os Estados Unidos e para o Canadá, trazendo matérias exclusivas e novidades sobre as competições que estavam por vir.

Mylena cobriu, pela Record, os Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver, os Jogos Sulamericanos em Medellín, na Colômbia, a Copa do Mundo, na África do Sul e o Jogos da Juventude, em Cingapura.

E ela sabe que tem muito mais pela frente:
"Daqui para frente começa o grande desafio. teremos o Panamericano, em Guadalajara, no México. O Brasil tem chances reais de medalhas com nosso atletas. Vamos trazer muitas novidades para os telespectadores. Depois, teremos as Olimpíadas de Londres, em 2012, com exclusividade da Record. Estamos com matérias especiais no programa, sobre os atletas que vão participar dos jogos. Muita coisa boa vem por aí. A Record é a emissora oficial do esporte olímpico no Brasil e está empenhada em oferecer o melhor aos telespectadores. quem assistir, vai curtir."


Ogg Ibrahim

Ogg Ibrahim é jornalista há 22 anos, repórter nacional da Rede Record, agora em São Paulo, colaborador da Revista Santa Catarina Magazine, articulista do site Comunique Mídia (Campo Grande/MS), músico, compositor e blogueiro em início de carreira. 
Atualmente é apresentador e repórter do Jornal da Record.


Patrícia Costa

Patrícia Costa é formada em jornalismo, com pós-graduação em Gestão Ambiental. Começou a trabalhar na área de comunicação aos 14 anos, como locutora, no interior de Minas Gerais.

Em Belo Horizonte, apresentou programas de cinema, esporte e jornais na Rede Minas, afiliada à TV Cultura. Foi repórter no SBT Minas e estagiária da TV Globo Minas por 2 anos.

Na Rede Record desde 2007, apresentou o extinto Tudo a Ver Minas, e depois foi editora e apresentadora do MG Record.

Atualmente, Patrícia apresenta o Fala Brasil aos sábados, além da previsão do tempo do Jornal da Record.



Paulo Henrique Amorim

Paulo Henrique Amorim aprendeu a escrever fazendo jornal com seu pai, também jornalista. É autor do livro Plim Plim - A Peleja de Brizola Contra a Fraude Eleitoral.

Na Record apresentou a Edição de Notícias, o Tudo a Ver e atualmente apresenta o Domingo Espetacular. 


Percival de Souza

Percival de Souza (Braúna, 10 de março de 1943) é um escritor e jornalista investigativo brasileiro. 

É membro do Conselho Diretor da Faculdade de Teologia da Igreja Metodista. Sendo membro efetivo e participativo da Igreja Metodista. Como jornalista atua nos telejornais da Rede Record. Começou a trabalhar cedo, o que faz dele um jornalista com mais de 30 anos de profissão. Foi um dos fundadores do Jornal da Tarde, onde trabalhou sob a censura instalada dentro da redação, durante o regime militar dos anos 70. 

Durante essa época, cobriu as atividades do Esquadrão da Morte, temida organização marginal do regime militar, para o JT. Em razão desse trabalho, foi enquadrado na Lei de Segurança Nacional. Mais tarde escreveu dois livros esclarecedores sobre o período da repressão: Autópsia do Medo, a biografia do delegado Sérgio Paranhos Fleury, e Eu, Cabo Anselmo, uma entrevista com o maior agente duplo a serviço do regime militar. Ganhou quatro prêmios Esso de Jornalismo por suas reportagens. Especializou-se em jornalismo investigativo e nas áreas de segurança e criminologia.

Recebeu pela Câmara Municipal de São Paulo o título de Cidadão Paulistano e a Menção Honrosa do 25º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos 2003, categoria “Livro de Reportagem”, com a obra “Narcoditadura – O caso de Tim Lopes”.

Escreve, esporadicamente, para alguns jornais e revistas semanais, além de trabalhar na TV como repórter e comentarista da área criminal.


Reinaldo Gottino 

Reinaldo Gottino é um jornalista brasileiro. Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, Gottino trabalhou durante 6 anos na rádio CBN, e foi o repórter mais jovem a apresentar o programa Globo no Ar, na Rádio Globo; posteriormente se transferiu para a Rede Gazeta, onde trabalhou por cinco anos, participando dos programas Mesa Redonda e Gazeta Esportiva. 

Na Rede, atualmente, apresentou o telejornal local SP Record, e apresentou o Esporte Fantástico, junto com a jornalista Mylena Ciribelli por apenas 3 programas. É torcedor declarado da Sociedade Esportiva Palmeiras. Gottino é também empresário, sendo sócio de uma agência de notícias que fornece conteúdo para vários veículos e empresas. O apresentador da TV Record é também um defensor dos animais e luta contra os maus tratos. 
Em seu programa sempre abre espaço para a causa animal. 

Em 2004, fez a cobertura dos jogos paraolímpicos em Atenas, e se tornou um incentivador do esporte paraolímpico no país.



Roberta Piza

Roberta Piza nasceu em Campinas, interior de São Paulo. É formada em Jornalismo pela PUC e pós-graduada em jornalismo literário pela Metrocamp, em 2005. Começou a carreira na EPTV, em 2002, onde apresentou o Globo Esporte local. 

Em 2006, foi contratada pela Record como apresentadora do bloco de esportes do “Fala Brasil”. Apresentou esporadicamente o “Tudo a Ver” e jornais na Record News. Participou da cobertura do Pan-americano do Rio de Janeiro, em 2007, pela Record, como apresentadora e repórter. 

Atualmente apresenta o Fala Brasil, na TV Record.


Thalita Oliveira

Thalita Oliveira nasceu na cidade de Santos, em São Paulo, em 1984. Participou do concurso “Loira do Tchan” do grupo É o Tchan.

Formou-se em jornalismo pela Universidade Santa Cecília (Unisanta), em Santos. Foi para a cidade de Uberlândia, onde apresentou o MGTV 2ª Edição da Rede Integração. Depois apresentou o TEM Notícias 2ª Edição, na TV TEM, de Itapetininga e Sorocaba. 
Foi contratada pela Rede Record onde passou a apresentar o Tudo a Ver e depois o Fala Brasil. Em seguida, foi relocada para o jornal da Record News, ao lado de Heródoto Barbeiro.

Atualmente apresenta o  Fala Brasil.


Tina Roma
Ana Cristina Roma Gonçalves conhecida como Tina Roma é apresentadora de rádio e tv. Desde 1995 é locutora, produtora e repórter da rádio Jovem Pan FM. 

Foi locutora da rádio Transamérica FM e apresentadora / produtora do Estúdio ao vivo, tendo entrevistado diversos artistas nacionais como Legião Urbana, Gilberto Gil, Titãs, Paralamas do Sucesso e artistas internacionais como Erasure, Seal e Lisa Stansfield, na primeira transmissão via satélite de FM no Brasil. 

Seus trabalhos com locução incluem o programa de game Melhor de Todos, apresentado por Daniel Filho na TV Bandeirantes, vídeos internos para Kraft, IBIS e Pernambucanas e diversos comerciais.

Na tv apresentou programas como Realce na TV Brasília, Videomix e Hollywood Rock in Concert na TV Bandeirantes, Phillips Monsters of Rock na CNT/Gazeta, Tempo de Alegria SBT e Tudo em Casa na Rede TV.

Seus trabalhos como apresentadora em vídeos publicitários incluem IG, Direct TV, UOL, Revista Época, LG Eletronics, Panashop, Avon, Casa Centro, Concessionárias Ford, Shopping Interlar, McDonalds, entre outros. 

Apresentou e cobriu vários eventos como Rock in Rio 3, Yamada Festival, TIM Festival, Planet Pop, Avon Running, Hollywood Rock, Fenasoft, Salão do Automóvel e a turnê Vertigo do U2 no Brasil.  Tina Roma ainda colabora com a revista Jovem Pan, assinando matérias e entrevistas. 

Atualmente apresenta o Programa Tudo a Ver na TV Record.

William Bonner 



William Bonner ou William Bonemer Júnior (São Paulo, 16 de novembro de 1963 ) é um jornalista, publicitário, apresentador e escritor brasileiro.

Formou-se em Comunicação Social com ênfase em Propaganda e Publicidade pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), com o trabalho Agência da casa: o espelho de Vênus. Iniciou a carreira profissional em 1983, como redator publicitário. No ano seguinte, na Rádio USP FM, tornou-se locutor. Em 1985 começou a trabalhar na TV Bandeirantes SP, como locutor e apresentador. Em junho de 1986, convidado pela TV Globo de São Paulo, transferiu-se para a emissora, onde passou a acumular a função de apresentador com a de editor de uma edição do telejornal local, SPTV. Em 1988, tornou-se também apresentador do Fantástico. No ano seguinte, transferiu-se para o Rio de Janeiro. Apresentou o Jornal da Globo entre 1989 e 1993 ao lado de Fátima Bernardes, o Jornal Hoje (de que foi editor-chefe entre 1994 e 1996) e, desde abril de 1996, o Jornal Nacional, jornal que apresenta até hoje, e onde, a partir de 1998 dividiria novamente bancada com sua esposa Fátima Bernardes. Em 1999, Bonner também virou editor-chefe do JN.


Em setembro de 2009, William lançou o livro Jornal Nacional: Modo de Fazer, lançado em homenagem aos 40 anos do JN, em que ele mostra os bastidores da preparação das edições do telejornal. Apesar de assinado apenas por ele, o livro também traz Fátima Bernardes na capa, junto com Bonner. O apresentador doou todos os seus direitos de autor à Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Pouco tempo depois do lançamento do livro, Bonner começou a participar da rede de microblogs Twitter, onde é acompanhado atualmente por mais de 4.000.000 de pessoas de vários países. Em 3 de março de 2010, o apresentador ganhou o Shorty Awards, na categoria jornalismo. Considerado o Oscar do Twitter, o prêmio é concedido aos melhores perfis de usuários, celebridades, atores, ativistas e organizações que habitam o universo do microblog. Bonner anunciou em 30 de abril de 2010 seu afastamento do Twitter, alegando precisar de mais tempo para cuidar da saúde e de obrigações profissionais, já que se trata de um ano de Copa do Mundo e eleições. Em 2005, Bonner permitiu que professores universitários da USP acompanhassem a preparação do Jornal Nacional. Durante a ocasião, o apresentador teria comparado os seus telespectadores com o preguiçoso e ignorante Homer Simpson . No dia 28 de março de 2010, William ganhou o prêmio de Melhores do Ano na categoria jornalismo. A premiação veio ao ar no programa do Fausto Silva, Domingão do Faustão.

William Travassos 

William Travassos é carioca, tem mais de 15 de experiência como radialista e jornalista. Trabalhou nas principais emissoras de rádio do Rio de Janeiro. Em 2003 ganhou o seu primeiro programa na tevê.

O Rio Maravilha, na Record Rio, mostrava as belezas do Rio de Janeiro. Hoje, o jornalista acorda cedo para levar as primeiras notícias do dia até a sua casa no programa SP no Ar.